Escrotidão

Eu sempre odiei bancos. Aquelas portas giratórias. Aqueles bancos sujos. Aquelas senhas idiotas. Aqueles caixas que trabalham com cara de quem comeu merda de almoço.

Mas nada que supere os usuários escrotos de banco. Parece que aquele lugar é um imã de imbecis.

15h30. Agência USP. Não bastasse ter que fazer o trajeto Zona Leste – Zona Oeste em um dia que eu tinha coisas infinitamente melhores pra fazer só pra sacar dinheiro porque tem limites em agência que não a sua de origem, quando chego por lá pego a senha 484. Olho pro painel, que marca: 450. Fuck. Fuck. Fuck.

Vou embora, eu penso. Não posso, é o pensamento seguinte. Fuck. Fuck. Fuck.

Nada de revistas pra ler. Nada de música pra ouvir. Bling! 451.

Resolvo então dar uma limpa no celular, apagando fotos idiotas, contatos imbecis e coisas do tipo. Sobraram umas poucas fotos legais e uma receita de uma bebida com champagne, vodka e pêssego em calda. Ihu!

Bling! 455.

Bling! Bling! Bling!

Idosos passando na frente, grávidas passando na frente, um mano de cadeira de rodas passando na frente e até gordas passando na frente. A paciência foi indo embora. Mas não posso ir embora, pensei de novo.

Mas daí tudo que pode ser chamado de tolerância vai embora quando chega uma mulher, com o que só poderia ser um ZILHÃO de contas pra pagar. Meia-hora depois ela continua a pagar. IPVA, IPTU, Inspeção Veicular, carnê disso, carnê daquilo, sei lá mais o que de dívida aquela mulher tinha, mas enfim.

Passo a ouvir a conversa dela e percebo que ela já tem tudo guardado na bolsa. As contas acabaram. Sério, o que ela ainda está fazendo ali? Não é possível. Olho pros lados e tem um monte de gente olhando aquilo, balançando a cabeça. O diálogo que se seguiu:

Escrota: Não, mas o problema é que isso ai nem brasileiro é, sabe? Eles copiaram de outro país. Ridículo.
Atendende: É verdade.
Escrota: E o pior que todo mundo vê. E nem percebe que isso estraga o cérebro.
Atendente: É verdade.
Escrota: Aquele outro programa é muito melhor, por exemplo. Aquele … A Fazenda!
Atendente: É verdade.
Escrota: Porque pelo menos ele ensina umas coisas e tal. E é brasileiro, né?
Atendente: É verdade.
Escrota: Bom, acho que eu vou indo, já terminei aqui. Tchau.
Atendente: É verdade. Tchau.

Bling! 479.

Sério. What the fuck!? Sério! 40 pessoas na porra da fila e você fica falando de BBB com o caixa do banco!? Puta merda! Sério, morra, escrota. Por favor. Faz isso pra gente.

E da próxima vez que quiser encher o saco de alguém, não começa falando de cérebro, que você não tem, nem vem com nacionalismo barato.

E o caixa do banco não está interessado em você. Pronto falei.

Bling! 484.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s