What the fuck?

Quando eu entrei na faculdade, tinha um cara que falava várias expressões em inglês nos meios das suas conversas. E por qualquer motivo, ele sempre foi motivo de chacota entre as pessoas, que achavam aquilo arrogante, escroto e desnecessário.

Os anos poucos se passaram e cá estou eu, cada dia mais percebendo como uso várias coisas em inglês, talvez até mais do que o tal cara da faculdade.

Não sei explicar a razão disso especificamente. Poderia usar a desculpa de que existem algumas expressões ou palavras em inglês que não tem têm o seu equivalente em português e isso até seria verdade, em partes.

Mas é claro que com um pouco de afinco e o mínimo de pesquisa nos meus próprios conhecimentos da minha língua-mãe eu talvez conseguisse achar esses equivalentes. Mas não o faço. Porque? Sou arrogante? Sou escroto? Sou descessário?

Acho que isso de falar em inglês tem a ver com o colonialismo cultural a que todos, e principalmente essa geração, foi, é e sempre será submetida toda hora e todo instante. Aprendemos o inglês, o vemos na boca de tanta gente, muitas vezes mais até ouvimos mais inglês do que português em certos dias, que acabamos deixando de lado a nossa língua, achando dificuldades em achar palavras ou expressões que talvez até servissem melhor pra algumas situações.

Mas não só passamos a deixá-lo de lado, como começamos também a ter um certo preconceito contra ele. Um exemplo que eu sempre penso é a letra de Bootylicious do Destiny’s Child.  O refrão (pegajoso ao extremo) é:

“I don’t think you’re ready

For this jelly”

Sério. Você já pensou se isso fosse uma obra sei lá, da Ivete Sangalo? As pessoas iam gostar, sem dúvida. Mas muita gente (incluindo eu mesmo) acharia ridículo, ao passo que parecemos ter uma maior tolerância para coisas esdrúxulas quando escritas (ou ditas) em inglês.

Estou escrevendo isso não porque seja o defensor do português, longe disso, até porque me incluo no grupo dos que curte lançar um fuck pra lá, um that’s the way i roll pra cá. É só mais uma daquelas coisas que temos consciência mas não sabemos muito bem lidar ou explicar ou justificar. Ah, sei lá. Fuck it.

Advertisements

4 responses to “What the fuck?

  1. Quem convive diariamente com o inglês, sabe que existem mesmo algumas expressões que são intraduzíveis, acho completamente natural. Têm certas coisas que não dá mesmo pra expressar em português, e só quem fala mesmo inglês sabe disso. O problema não é usar, casualmente, uma palavrinha em inglês aqui, outra ali. Acho que o maior problema é misturar tudo por arrogância, alta auto-estima, ‘se achismo’. Aqui no meu trabalho mesmo, tem gente que conversa pela telefone andando pela empresa, soltando “ah, mas vc não vai ao airport tomorrow? Porque eu to indo to Las Vegas for some time”. Aí dá vontade de mandar tomar no cu. Não é a mesma coisa que soltar expressões como.. sei lá… “for what is worth”.
    Enfim, rambling. [taí mais uma palavra meio intraduzível]
    Beijo

  2. sou adepta.

    mas meu comentário dessa vez vai ser sobre outra coisa… andei reparando que vc sempre se justifica no final dos seus textos éfe… let it go, man, não há necessidade.

  3. Perdi a conta de quantas vezes já aconteceu de, por puro hábito, eu soltar alguma expressão em inglês de alguma coisa que tenha algum equivalente em português. Termos como “whatever”, “who cares” e “wtf” são MUITO comuns no meu vocabulário. No meu caso, ganho um extra rótulo de “nerdz” daqueles que não sabem o que pode significar tais termos. Whatever, eu não me importo =P

    Abraços!

  4. hahahahahaha

    sem protecionismo linguístico… essa mistura é invitável, com a exposição e adesão dos vocábulos… e blablabla.. blrrrr, tem horas q enrola td, e acho natural soltar um inglês… italiano… ou um francês demi bouche (ñ vivo sem um BQ… lesadé…) .

    Mas a sensação do inverno é poder mandar todos os emails do trabalho, finalizando com um see u contraído! hahahaha

    e vcs vão chegar aqui, e eu já estou hiperativa… vou apertar tanto, tanto… até explodir!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s