História da Música Eletrônica

Faz um tempo que eu não escrevo por aqui, se pá. Desde a última vez, muitas coisas mudaram nessa vida —  impressionantemente, eu diria. As pessoas não são mais as mesmas. Vazios foram preenchidos, outros foram criados e vamo aê. Vou finalmente ser um graduado e poder ter cela especial. Meu sonho do futsal chega ao fim, embora a Família dure para sempre. Tenho até um Facebook, ainda que eu não o acesse muito.

Hoje tava por aqui, nessa vida-internáutica-depressiva-de-domingo-à-noite, e uma amiga me disse: “Esse F. Garrido é genial.”, ” Quando você volta a escrever no blog?” e “O que você tá fazendo?”.  Não exatamente nessa ordem, até porque, se falasse assim, eu a chamaria de louca — estilo John Cage — ou de fritada — no estilo TranceMusic (quem sabe você, que lê isso aqui, não entende essa piada no fim do post?). Mas aí eu lembrei do Éfe, com quem há muito não converso direito. Lembrei também do blog, em que há muito não escrevo. E percebi que, embora estivesse estudando no momento da pergunta, isso me fez pensar que a vida é mais doce do que parece, e, por isso, eu devia escrever de novo.

Ela também perguntou “Por que você não escreve mais?”. Tá bom, talvez ela não tenha perguntado, mas faz mais sentido assim pra eu chegar onde eu quero. Eu repliquei: “Porque minha inteligência some no instante em que eu começo a pensar em um assunto, embora ela reapareça com força máxima quando a hora é de escrever sobre esse assunto, assim que ele me é dado”. De fato. Muitas foram as vezes que eu pensei que devia escrever alguma coisa aqui. Pra não ficar tanto tempo ausente. Pra me divertir, porque curto essa vibe da escrita. Pra estabelecer uma relação com essa molecada prafrentex que leva essa blog nas costas. Tava na dívida, de fato. Mas é sempre foda achar um assunto. Os caras enxergam aspectos geniais em situações muito estranhas, como hospitais e telefonemas diversos. Sei lá, pra mim essas coisas passam meio batidas. Na verdade não passam. Mas na hora em que eu penso no que escrever, elas somem. Aí eu deixo pra lá. A vida não parece tão doce assim. Eu tenho coisas a fazer.

Quando eu disse isso, expliquei a situação, minha amiga me disse: “O que tá na sua cabeça agora? O que você tá pensando?”. A resposta taí, no estilo WindowsLive Messenger — o famoso MSN.

Filipe diz:
techno music
Filipe diz:
house, acid, house, trance, disco
Ela diz:
escreva sobre elas ué

Até aí tá tudo certo. Pessoas pensam em bate-estacas diversos, por que não? Eu poderia pensar todo dia. Poderia até ouvir. Quiçá compor alguns. Mas aí eu complementei:

Filipe diz:
to estudando pra prova de musica eletronica, haha

Eu tava mesmo estudando. Tava meio na vibe deprê domingo à noite mesmo. Até porque estudar pra uma prova de segunda-feira é sempre chato e uma maneira meio tosca de terminar um fim de semana que já tinha sido tranquilo demais, como foi esse.

Mas aí eu pensei o quão inusitado devia ser pra alguém “normal” ouvir que house e techno são ítens de resumo para prova. Pensei como é bizarro imaginar alguém sentando numa sala e sendo vigiado para que não cole enquanto versa academicamente sobre a música da balada do dia anterior. História da música eletrônica, meus caros. Minha vida é mais doce do que parece. Eu tinha que escrever de novo. Pump it up. Poperô.

Advertisements

3 responses to “História da Música Eletrônica

  1. Fuck yeah!!!!!!!!!!! He’s alive! Retornando em alto estilo, como era de se esperar. Ihu! Yey!

  2. Esse post me lembrou aquela música:
    “bi badabadabop badabadabop” sabe?!

    Queria achar o cd que tinha essa música aqui em casa… não consegui mas achei outros cds “sucessios” estilo Double You (The blue album) e um que tem aquela música “La copa de la vida”. rs

    She bangsssssssssssss

  3. finas, COMO ASSIM SEU SONHO DO FUTSAL CHEGOU AO FIM? vc ta de brincadeira, certo?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s