texto tosco sobre especiais de jogos de luta

Eu tenho inveja das pessoas que estão sempre de bem com a vida. Sempre de bom humor, que topam todas, que estão sempre rodeadas de pessoas, que riem da vida e coisa e tal. O meu bom humor é tipo aquela barrinha de especial dos jogos de luta. Ela carrega, eu aperto a combinação de botões e fico de bom humor por um período de tempo, até a barrinha acabar. E devo dizer que pra ela encher de novo, cara, não é fácil.

Fora que durante o período de atividade da barrinha eu me sinto bem, mas quando ela acaba, me sinto idiota, quase hipócrita com aqueles bons momentos de humor legal, como se aquilo tudo fosse uma grande máscara, um grande mecanismo de defesa estúpido e irreal.

O que na verdade talvez seja a realidade de fato. Mas ao mesmo tempo, fico com um semi mini-pride de mim mesmo porque não curtir tanto as bads como tempos atrás. Ainda sou o cara que mia os rolês e tudo mais, mas com uma frequência muito menor do que antes. Até deixei de lado a minha vibe “não quero e não gosto de viajar”, olha só, que progresso.

Eu gosto de cada dia mais aprender a deixar as coisas pra lá. Cada dia que passa fico mais seletivo com tudo. Caminhar no lado mais frio das relações é outro mecanismo de defesa eficiente. Mas me parece uma boa alternativa no momento. Então, nem fico mais estressado com algumas coisas, nem fico mais fritando a cabeça com coisas que acontecem, nem penso tanto mais nas consequências dos atos quanto antes. A racionalização finalmente parece que deu um tempo por aqui.

A não ser quando a barrinha acaba. Porque dai, amigo, é osso. To tentando aprender a carregar tudo mais rápido e dar um especial melhor. Veremos no que dá.

Advertisements

6 responses to “texto tosco sobre especiais de jogos de luta

  1. mini-pride alheio pra você éfe… it’s us na mudança de vida cara!

    eu acho que você tá chegando em uma fase em que sua barrinha tá mais flexível. parece que ela dura mais tempo. talvez você esteja usando a combinação certa de botões! you go boy!

  2. É muito gênio ter bom humor mesmo mas é impossível isso acontecer a todo momento.
    Sei lá, às vezes a gente tem uma coisa, uma vontade de se largar, botar uma música de fossinha e pensar na vida -natural de qualquer pessoa, eu acho/eu espero porque eu sou assim!
    Com o tempo a gente aprende a deixar a barrinha com a vida mais longa…

    :)

  3. heuaheaha mto genio a comparacao! esse pessoal de av eh mto diferenciado…

  4. Olá,
    estou aqui para informar que nem li este post já que é tosco e eu odeio jogos de luta.

    Att
    Rebiscoito.

  5. Deixar as coisas p/ lá é uma boa… pessoas são bem mais interessantes.

    E a parte das viagens, hj em dia, é a q mais me beneficia! RÁ!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s