Blip Blip

Vivemos num mundo tecnológico. E eu sou um tech freak, até a página 2. Tenho um bom computador. Mas porque não querer um melhor. Por que não querer um netbook? Assim poderia ficar conectado 24hrs por dia em qualquer lugar. Era só o wireless virar rotina em São Paulo, ué!

Quero mais que 80 GB de música no meu bolso. E se eu quiser ouvir um daqueles guilty pleasures musicais que eu com certeza não levaria numa parada de capacidade menor? Não sou o tipo de pessoa que tenho essa paciência. Quero ouvir e quero ouvir agora. Todos falam da frescura disso. Mas quando você pede e toca no carro do idiota que aqui escreve todo mundo fica feliz. Ok, o mundo é assim.

Conheço gente que tem blip, orkut, gmail, twitter, blog, site, facebook, last fm… tudo junto e tudo misturado. O que importa é estar ai nesse mundo virtual muito louco.

E os gadgets então? Sonhos de consumo eu já cansei de ter. Celular então nem se fala. Quebrei uns, troquei outros e um caiu numa piscina.

Mas o que eu gosto mesmo é a personalização que o celular hoje em dia permite. Colocar músicas pessoais como ringtone não só é algo legal, como facilita a interação social. Gosto musical diz muito sobre as pessoas. Não diz tudo, mas diz muito.

E se você está com alguém cujo toque é um Amor, Meu Grande Amor pra pessoa querida, bem, você já sabe muita coisa sobre ela. Nada contra o romantismo de por aquela música especial, afinal, hey, quem sou eu pra julgar? Mas isso diz por exemplo que ela não tem vergonha de escancarar o seu amor brega pra ninguém. Nem quando ela esquece o toque naquela reunião de trabalho e todos olham pra ela? Bom, aí é outra história.

Eu sou o tipo que põe músicas irreverentes (até certo ponto de bom gosto, eu espero e acho) pras pessoas bacanas. Então os caras já foram O Rock Acabou ou Won’t Get Fooled Again. O da namorada era aquela balada do Dream Theater e pras amigas aquele Beatles esperto. Ultimamente o fetiche vinha sendo Everyone Nose (All The Girls Standing In The Line For The Bathroom) do N.E.R.D. Sei lá, muita gente acha idiota. Eu acho muito boa a música.

Pois bem, enjoei dela. E enjoei de todo o resto. Principalmente depois do celular tocar no meio do local de trabalho e eu ouvir o comentário de alguém citando aquele “batidão”… ok chega. Enough is enough. Isso é que é bom no mundo tecnológico. Existe o default.

Então, por ora, meu toque é um simples Blip Blip (ou Trim Trim, escolha sua onomatopéia). É isso aí, chega de toques especiais. Agora todos são iguais perante meu celular.

Texto: F. Garrido

Ao som de Everyone Nose (All The Girls Standing In The Line For The Bathroom) – no repeat – o clipe é ainda mais sensacional que a música!

Advertisements

6 responses to “Blip Blip

  1. eu insisto em deixar como toque a musiquinha do super mario. deixo 1 pra qdo meus pais ligam e outra, de outra fase, pro resto.
    oq vc pensaria sobre mim?

    essa sua teoria é similar a minha teoria dos tênis.
    o tênis [ou sapato] que a pessoa usa diz tudo sobre ela :]

  2. Super Mario? Não sei. Eu era um lixo nesse jogo. Mas tem potencial de irreverência. HAUhauahuahauhauahauhauahaa.

    Sobre os tênis eu não sei se concordo, precisa explicar melhor… =)

  3. Eu uso um tênis azul da puma, por exemplo.
    O que isso diz sobre mim?

    (porque o wordpress caga tudo as vezes?)

  4. Nessa hrs me pergunto: será q eu nasci na época errada?
    Ainda me atrai ouvir radio (claro que não Nativa FM na Ponte Orca), ou melhor, o cd do John Mayer tb é uma boa.Td dia no carro com a Bru as mesmas músicas, é claro…
    Celular? Eu comprei um que já veio falhando, vai acabar a garantia e eu nem me abalei… (ok tem momentos que eu me irrito, mas passa).
    Será q eu preciso participar de alg programa de inclusão digital?
    F me ajude a superar…rs

  5. perai… entre os seus tênis você escolheu dizer o Puma azul. aposto que isso diz muito sobre você!

  6. irreverência é legal, eu acho.
    e sobre dizer que tem um puma azul, já diz muito mesmo pq aposto que não é o único que vc tem.
    de qualquer forma, sendo seu preferido ou não, isso já quer dizer algo pelo simples fato de que vc usa.

    a técnica funciona, eu diria, em 80% dos casos.
    as vezes, superficialmente apenas pensando na beleza, tampo minha visão no metrô de forma que eu só enxergue os sapatos das pessoas que entram e penso: quem eu pegaria olhando só pro tênis?

    geralmente, escolho alguns menos piores.
    mas as vezes omg da BEM errado.

    tênis é mto o estilo da pessoa e consequentemente..oq ela gosta.
    é basicamente isso. fim :]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s