A noite cai, a bad desce

(Post escrito no fim de noite de terça-feira, 07/04)

Hoje, incrivelmente, eu resolvi ficar em casa. Vários dias bizarros eu saio e chego tarde, tipo ontem e antes de ontem. Fuck. Aí eu acordo cedo, e, por isso, durmo umas 4 horas à noite. Trabalho, vou pra faculdade. Aí dou uma parada e tchan: abro o olho três horas depois. Perdi o treino. Melhor não sair então. Os caras ligam, a namorada liga. Não vou sair. Decidi, sem escapar pela tangente. Big Brother, é isso. Assisti a final. O Max(imize-se/ minimize-se) campeão. 1 milhão. Toda a bad da vida e ver aquele circo de 1 milhão de reais me deixou meio pra baixo, admito.

Caralho, o que fazer com tanta grana? Não que seja muuuito, mas é muito sim. Talvez resolvesse meus problemas? Se pá. Sem problemas financeiros de viver um mês com um salário de estagiário. Eu ia poder comprar minhas paradas musicais. Ia poder montar a tão sonhada moradia com os brothers Éfe, L e Osw – esses da foto aí do lado. Ou então morar sozinho. Isso sem mexer na grana. Dá uma administrada, faz render um por cento ao mês e ganha dez paus pra viver. Gasta três, cinco. Guarda o resto. Juros compostos. Aumenta ainda mais o montante. Aí eu poderia fazer várias paradas. Sair todo dia, viver jogando bola e… Fuck. Eu ajusto uma parada e fodo a outra?

Se eu resolvesse os problemas mais urgentes então eu ia continuar naquela bad diária? Ou eu ia simplesmente ficar menos na bad porque ia viver feliz com minha casa, minhas coisas, meus amigos e minhas 4 horas de sono e um treino ou outro perdido de vez em quando? Sei lá.

Por mais que pareça o contrário, os problemas financeiros, apesar de muito mais urgentes e aflitivos, me parecem muito rasos e fáceis. Essas paradas de prioridades, prazer e obrigações são bem piores. Primeiro que não é concreto. Tipo, vai lá, ganha o Big Brother, acerta a sena na loteria ou trabalha e ganha dinheiro e tudo estará resolvido. Não que seja fácil, mas é concreto, pelo menos. Segundo que o fato de não ser urgente (tipo, ganha dinheiro ou não come) faz com que você aprenda a conviver com a parada, e leve em frente a vidaloka.

Mas o que me deixa na bad não são nem as consequências disso tudo. Dormir pouco e perder algumas coisas dá pra aguentar, até. O que fode a porra toda é o que isso significa. Caralho, por que raios eu não consigo sossegar? Sério, não devia ser tão ruim ficar em casa. Aliás, quando eu passo em casa pra almoçar e sento 15 minutos pra assistir o bate-bola na espn eu fico felissíssimo. O foda é a noite. Todas as possibilidades que ela traz, de uma conversa no carro, uma passada na Dona Deôla, um chopp no Filial, uma noite na casa da namorada até uma passada no PiDiEi (o famoso Pão de Açúcar) da praça panamericana às 2 da manhã pra comprar Nestea de pêssego (limão, às vezes) all by myself. Será que todas as obrigações diárias que eu me forço a cumprir com esmero me fazem querer a noite só pra mim? Será que eu exijo um momento de espairecer e não tem nada de errado nisso? Ou será que só o fato de necessitar tanto disso me faz ser um adolecente fora do tempo. Fuck, sei lá. Eu espero a hora que tudo se acalme. (Mas será que eu não fico postergando esse momento?). Ou então não. Quem sabe eu não viro um produtor que trabalha das 14 às 3h30 e viva feliz pra sempre?

É, acho que eu não sei muita coisa (E isso já quer dizer alguma coisa, que eu também não sei, mas tenho a clara intuição de que não é boa). Só sei que “a noite cai, a bad desce…” – trecho parafraseado de Sandyjunior e cantado pro mano Éfe nas noites da quente Araras no último reveillon. Ele sempre ficava na bad quanto o astro-rei se escondia na bela paisagem de lago e montanhas. Acho que também tô nessa.

Texto: Filipe

Ao som de No One (Alicia Keys) – Fuck, será que essa bad está me influenciando musicalmente? Será que isso é ruim? Quantas questões…

Advertisements

2 responses to “A noite cai, a bad desce

  1. eu pensei em milhares de coisas pra te falar com esse post, mas a única coisa que vou falar agora é: essa foi a primeira vez que eu fui “citada” em um post seu, já reparou nisso?

  2. miltinhorodrigues

    vc é muito bicha. seja mais homem q isso passa.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s